469. Mês do Teatro - "Teatro é coisa de gente louca"

Vídeo: 
Veja o vídeo

O último vídeo da série especial em homenagem ao Mês do Teatro traz o depoimento do ator e jornalista Gideon Rosa, que conta de que forma o teatro entrou em sua vida e qual sua concepção sobre essa arte. “Eu já era mordido pela mosquinha da representação porque eu ouvia muito novela de rádio. Eu era apaixonado por esse negócio de interpretar”, revela o ator.

Foi em São Paulo que o ator baiano teve um contato mais frequente com a arte cênica. Incentivado por um amigo, também ator, Gideon saiu da plateia para dar os primeiros passos em direção aos palcos, ainda na década de 70.

Para Gideon não existe nada mais extraordinário do que o teatro, definido por ele como “um jogo louco de pessoas loucas que gostam de viver outras pessoas”. E sua atuação nessa ‘loucura’ lhe rendeu três troféus, além de uma indicação ao Prêmio Braskem de Teatro na categoria Melhor Ator, pela interpretação do espetáculo ‘Fim de Partida’, em 2011.